10.16.2017

Ele há gente que me dá vómitos...

Assunção Cristas: 

“Parece evidente que o Estado falhou de novo”.

Mas, há alguém com dois neurónios que possa encontrar responsabilidade ao Estado pelo acontecido!?

A ex-ministra do ambiente não compreende que a altura é de respeito para com as famílias dos feridos e mortos e parece sacudir o capote de responsabilidades!?

E, parece, que os jornalistas que estiveram na conferência de imprensa a António Costa queriam provar que eram maus, tanto como Ele provou ter inteligência e dignidade.

É TRISTE!!!

 

10.15.2017

sou filho da sociedade interdependente mas gosto de independência

copos abraçados
Somos todos interdependentes, viver em sociedade é isso, estamos desde o primeiro momento a especializar-nos e à procura de autonomia mas conscientes que somos parte de um todo social, hoje fazem por ti, amanhã farás tu pelo outro.
É preciso saber receber, ajudar ajuda a quem é cuidador e quem recebe cuidados estará na sua dependência a ajudar.

O dinheiro é o melhor exemplo disso mesmo, foi e é uma bela invenção, depois tornámos uma coisa feia mas pensa bem no monte de coisas com que cada pessoa tinha de andar às costas se ainda imperasse um sistema de trocas... e pior se cada pessoa precisasse de produzir tudo o que precisa para bem viver.

Todos nós somos dependentes... e podemos sempre, quando estivermos fartos disso, ir para o deserto ou alto mar...

se tiras uma carta o castelo cai: são dependentes!

A história nunca pode ser travada

Ela corre e é connosco sermos agentes nela ou não, temos em momentos diferentes mais ou menos Autonomia, podemos ser/ter mais ou menos poder sobre a nossa (minha e/ou tua) vida, podemos ser condicionados conforme somos mais ou menos.

Não vale muito a pena arrependimentos, nunca sabemos como podia ter sido se não fosse assim.

Quantos passados já vivi e quantos futuros construirei?

Descontracção, que o passo mais leve corre melhor!!!

E o presente já passou, somos só futuro feitos de passado nos nossos alicerces.

10.13.2017

confronto de realidades

A realidade não é como a julgas e qualquer dia vais dar por ela e quando a vires e sentires não vai ser por falta de aviso que vais sofrer. 

Já várias pessoas te avisaram, e não são pessoas que não gostam de ti, não! 

Olha para o lado, sai de ti menino, vê que há muita gente!

Pobre, desolado e muito rico abastado, muita gente em cadeira de rodas, outros de muletas, andarilho, deitados, aleijados, a sofrer, de mal com o mundo.

A correr, ganhar corridas, em F1 descapotável, jactos privados, motões, a deleitar-se de prazer, de bem com a vida: muitas realidades!

10.12.2017

coisas que animam


Há necessidade de passar boas coisas, por nenhuma razão em especial, só porque sabe bem lembrar que é bom estar vivo porque gosto de:


- ouvir cantar;
 - mar;
 - amigos;
 - piqueniques;
 - comer;
 - abraços;
 - beijos;
 - lamber;
 - deitar-me e esticar-me;
 - escrever;
 - pensar;
 - lembrar;
 - imaginar;
 - futurar;
 - cantar;
 - ouvir música;
 - elogios;
- cheirar:
 - sentir;
 - escutar;
 - ver cinema;
 - concertos;
 - sentir vida no corpo;
 - gente;
 - andar;
 - falar;
 - conversar;
 - planear;
 - passear;
 - dar festinhas;
 - sentir-me útil;
- beber;
- descansar;
- viajar;
- golos a favor;
- quando dás por ter bons amigos;
- quando mimo;
- qiuando sou mimado;
- ler;
- de optimistas;
- de superar desafios;
- de palavras;
- de pessoas;
- de olhares que brilham;
- vozes alegres;
- gotas de suor que caem rosto abaixo e contornam caras;
- boas surpresas, visitas;
- quando não queres que acabe;
- fruta doce e fresca;
- o dia de hoje, o presente;
- o que virá, o futuro;
- o dia de ontem, o passado;
- elogios da vida, exemplos de força;
- de olhar para trás e recordar como era mau e é melhor;
- de 'E eu a ti!';
- de esta lista não ter fim;

10.11.2017

Esta merece que se lance alegrias!

O genuíno Salvador Sobral deixa os cuidados intensivos

O estado de saúde do cantor, que continua a aguardar um transplante de coração, é considerado “mais estável”

O estado de saúde de Salvador Sobral terá melhorado. De acordo com fontes próximas do cantor, o boletim clínico do cantor é agora mais favorável.
Depois de ter passado quase três semanas na Unidade de Cuidados Intensivos do Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, o artista foi agora transferido para a enfermaria. Sobral aguarda, como é sabido, um transplante de coração.
Sobral anunciou uma retirada dos palcos para "entregar o meu corpo à ciência e, consequentemente, ausentar-me da vida de concertos e da música em geral". "Voltarei em breve, agora quão breve não sei", afirmou num vídeo divulgado antes do derradeiro espectáculo, que teve lugar nos Jardins do Casino do Estoril, a 10 de Setembro.

10.07.2017

A fábrica de nada



Curioso, atenção redobrada, boa companhia e o filme que chega, entrando lentamente e faz-nos pensar: há tantos anos a viver juntos e ainda não descobrimos uma maneira mais correta de lidar entre nós, trabalho, lazer, amor... talvez, tenha piada este constante jogo de descoberta de cada um...
 
2 horas, filme português no Nimas, sala cheia a uma quinta feira: não é fácil...

A fábrica do nada envolve-te e vai-se desenrolando/soltando em imagens, sons, cheiros, sabores, é palpável!

O filme vê-se muito bem apesar de longo, havia partes que poderiam ter cortado, que não acrescenta grande coisa ao enredo do filme mas talvez ajudem a assimilar as partes mais interessantes, a certa altura pensei 'vou ter saudades destes tipos!', passamos a gostar deles.

Deve ter sido muito especial e dado conversas muito giras esta envolvência, criar/pensar este filme sobre o Capitalismo estar a morrer, saídos do filme fomos comer uma fatia de pizza ao Fórum Sintra e o Capitalismo pareceu-me mais estar em ascensão..., sobre o Comunismo e a auto gestão, sobre a vida e o que queres dela...

10.06.2017

Bolívia em 2016... sim aqui ao lado ano passado.



Uma imagem vale mais que mil palavras e o vídeo tem imagens fortes; da união se faz a força e os deficientes, as pessoas limitadas unem-se, formam um grupo forte e que dá força.

Passas a ser definido não só como homem ou mulher, de certa idade, raça, altura, peso, de tal área, com tal hobby mas também passamos a dar importância aos nossos limites físicos e quando uma parte do corpo funciona mal percebes melhor a sua importância: casa roubada, trancas à porta!

Não querendo opor-se aos eficientes, como podiam opor-se a tanto amor, entrega e necessidade!? sentem um certo orgulho pela forma como não se queixam.

Mais uma vez sentes a força da superação e da energia Humana que emerge.

10.03.2017

a Espanha vai sem líder

Simpatizo com a ideia de luta contra um poder central e opressor; talvez seja egoísta mas Madrid não pode passar pela vontade catalã sem lhes dar ouvidos
Lembra-me imagens infantis: Rajoy tornou tudo num jogo de crianças merdoso; a Catalunha como um puto egoísta, beto, mimado e arrogante que não deixa ninguém copiar! Viver em comunidade é criar dependências, ser inter - dependente, não puxar dos galões sem pensar nos outros... apesar de tudo gosto dos catalães!!!

Não me parece que tenhamos de formular uma opinião sobre o independentismo catalão a partir do que faz o Rajoy. O independentismo é um objectivo posto acima da democracia e normalmente contra ela (como se viu em todo o processo) e o que se está a assistir é a uma  uma estratégia que está perigosamente a resultar de provocar uma situação extrema em que nos querem fazer acreditar que estamos entre a mó e a espada. Não me parece que este movimento radique no altruísmo mas sim no egoísmo que está na essência do nacionalismo populista que paira no processo de desagregação da Europa (em muitos outros sítios). Estamos a falar de uma região autonómica que tem todas as condições para no quadro da democracia e da constituição para fazer evoluir o seu estatuto no contexto solidário de uma crise espanhola e europeia. Felizmente os independentistas (ainda) não representam a maioria dos cidadãos que vivem e trabalham na Catalunha embora esses cidadãos possam estar maioritariamente contra Rajoy.

Não consigo simpatizar e identificar-me com estes movimentos separatistas de pequenos países a tentarem ser mais pequenos e isolados... Parece-me um retrocesso civilizacional num mundo que eu gostava mais aberto e uno. Ainda para mais no caso da Catalunha esse ímpeto nacionalista nasce do miserável sentimento de superioridade em relação às regiões do sul, esquecendo-se de que são essas pobres regiões que lhes oferecem a riqueza... (um espelho da forma como os sobranceiros povos arianos da Europa do norte olham para o preguiçosos povos do sul). Infelizmente em Madrid está aos comandos um energúmeno que conseguiu num só dia fazer mais pelo movimento separatista do que os próprios catalães nos últimos 50 anos. Mas que se possa pensar que aquele pseudo-referendo tenha sido credível é ridículo e desrespeitoso para uma percentagem enorme de residentes na Catalunha que são contra a separação de Espanha e para o processo democrático em si... Resta esperar que deste triste espectáculo de parte a parte nasça alguma calma que permita resolver esta questão com civilização.

(textos acima de dois Amigos)


Em Barcelona ou em Espanha: magoam-se muitas pessoas porque o ódio foi inflamado por quem devia dar segurança e confiança ao povo: deixasse-os votar!

Senhor Mariano Rajoy, senhor Presidente do governo de Espanha o mais certo era que se tivesses estado calado, o referendo tinha avançado e tinha sido votada um continuar da soberania do Estado espanhol, assim foi isto que resultou, bela merda:

Há registo de quase 800 feridos em confrontos com a polícia e o governo da Catalunha responsabiliza o governo central.
Presidente da Câmara de Barcelona, Ada Colau, referiu no Twitter que «Como autarca exijo o fim imediato das cargas policiais contra a população indefesa», escreveu.  
                                                                                                                                                                   
É grave a pessoa que deve reger a Democracia não perceber suas regras e deixar exprimir vontades do Povo!!!

9.29.2017

falar sobre a vida...

... ela impõe respeito.

... não a minha, mas a nossa, a criada aqui, ali e por aí noutro tempo e noutro espaço.

... é feita de energias, momentos, memórias, sons, palavras, imagens, amigos, afectos, olhares, partilhas, trocas, pensamentos, sonhos ou nada disto num sopro.

... superações de falhas com forças de vontade.

... é banal, é habitual, rotineira, comum mas é o bem mais precioso de cada um e fazemos por durar.

... 'É a vida!', ouve-se muito por aí com ar de dor e desprezo como quem diz 'vai andando' ou 'ainda falo' com tom cansado sem olhar ao gesto maravilhoso que vivem.

... é milhões de células a funcionar.

... requer talento.

... pressupõe um dom ou dois.

... não se faz sem estudo mas é até melhor que seja livre e solta.

9.15.2017

E o nosso Benfica...há dias assim



É para ali o Penta e na Europa vamos ser fortes!!!
Parece que ficou tudo deprimido, o povo benfiquista está em baixo de forma, os comentadores da Sport tv assumiram que se enganaram na profissão, percebem mais dos jogadores do Benfica e de futebol que o Rui Vitória. 

'Quem ri por último ri melhor' e os anos passados também começámos mal e... acabámos melhor.

Ele, o Rui Vitória é bom, é humilde, tem jeito para pôr 23/24 do plantel a jogar/funcionar bem uns com os outros que apenas 11 e aproveita a formação;  tranquilo e optimista! Ele disse: «Temos de olhar para os factos. Esta época já tivemos uma Supertaça ganha e alguns jogos difíceis que também ganhámos. Gosto de dados objectivos sem olhar ao passado, mas na época anterior por esta altura tínhamos 13 pontos, os mesmos que temos agora. Tínhamos 11 golos marcados e quatro sofridos, agora temos 12-3. No ano passado empatámos em casa com o Vitória de Setúbal, este empatámos fora com o Rio Ave»


«Não é um desaire que abala tudo. Esta também é a hora de os adeptos se chegarem à frente e ajudarem a equipa. A massa adepta tem de confiar, porque o trabalho está a ser bem feito, o grupo e o treinador são vencedores e o presidente mantém tudo em ordem» (Lima)

Os outros também vão ter dias maus, diz o capitão:
 
Estamos apenas na sexta jornada, não temos de culpar ninguém. O Varela sabe que não precisamos passar a mão. É um jogador de alta qualidade e já fez defesas salvadoras.»

Hoje,  28.09.2017 (depois dos 5-0 do Basileia):


Já passámos a fase pior e aposta comigo que o Vitória vai pôr aquilo no sitio e descobrir lá 1/2 craques que agora ninguém dá por eles. 

Ainda estamos no inicio e tanto o Porto como o Sporting também vão ter quebras. 

Ele na Europa não me convence é muito humilde para voos mais altos... confiem, o optimismo não me larga...

9.10.2017

até já Salvador



Meu bem, ouve as minhas preces
Peço que regresses


Das coisas mais bonitas e genuínas que aconteceu em Portugal nos últimos anos foi o aparecimento Salvador, que voltes de saúde em teu jeito inesperado bom!!!

9.01.2017

para uma qualidade ser boa e não ser oca ou insonsa...

tens que ganhar qualidades que não te bloqueiem no Aqui e no Agora.

... ir falando,

... ir conversando,

... ir brincando,

... ir discordando,

... ir concordando,

... ir pensando,

... ir criando imagens (imaginando),

... ir colorindo,

 ... ir musicando,

... ir vendo filmes,

... ir sonhando,

... ir idealizando,

... ir ouvindo,

... ir agindo,

... ir viajando,

... ir andando,

... ir correndo,

 ... ir escrevendo,

... ir pintando,

... ir desenhando,

... ir comunicando,

... ir falando,

... ir saboreando,

... ir olhando,

... ir vendo,

... ir movimentando,

... ir ginasticando,

... ir matematizando,

... ir amando

... e tantas outras coisas que tornam uma vida privilégio e não direito, uma vida é pouco para todos os sabores que podes ter nela!

8.08.2017

A qualidade serve-se discreta

(dedicado a João Madureira, um homem de qualidade)

é quase incolor e inaudível.

descrente do barulho social que lhe agrada mas contraria, crente na intimidade.

tem olhar frontal e meigo que respira memórias.

uma excelente peça mal tocada mesmo pelas melhores mãos faz-se sentir desagradável quando interrompe um jantar que vem apagar a fome

e uma brisa leve e simples é agradável quando cantada como quem sonha no corpo descansado dela, tocada por luz, batendo nos tornozelos nus é agradável.

respira ternura e meiguice.

tem o riso frontal de quem sabe quem vem dali.

é carinhosa.